Links da semana

27 fevereiro 2015


Nos ”Links da semana” partilho contigo aquilo que fui lendo/ouvindo/vendo durante a semana e que considero relevante tendo em conta a temática do blog. Tento incluir um pequeno resumo em cada link. Por isso, se quiseres saber mais sobre determinada tema é só clicar no respectivo link :)

Descobri este blog: my integralis e estou a adorar as receitas! Visitem!


Actualizei a receita do meu super chá contra gripes e constipações. Tenho adicionado cardamomo. Andei estes dias com uma sensação estranha na garganta e fiquei logo com medo de ter uma amigdalite (sim porque as amigdalites são muito minhas amigas e de vez em quando lá me fazem uma visita!). Tomei este chá durante uma semana de manhã e à noite e já me sinto óptima. Também costumo adicionar canela e açafrão em tudo nestas alturas!


Recentemente almocei no black mamba e adorei! Tem hambúrgueres de comer e chorar por mais e sobremesas deliciosas, tudo vegan!





Bom fim-de-semana!


Sermos fies a nós próprios... e tatuagens!

25 fevereiro 2015


Fazer aquilo que realmente gostamos sem ligar à opinião dos outros... será possível?

Sempre gostei de tatuagens e já queria fazer uma desde os meus 16 anos.

Na altura era muito nova, nem sabia bem o que gostaria de fazer e como sempre fui muito responsável, achava que mais valia não fazer nada enquanto não tivesse mesmo mesmo a certeza do que queria fazer. O tempo foi passando e sempre fui ouvindo comentários sobre o trabalho, e que não seríamos bem aceites se tivéssemos tatuagens, bla, bla. Raramente me deixo influenciar pela opinião dos outros, mas neste assunto não sei porquê tinha medo de seguir em frente e de fazer aquilo que realmente sempre quis!
Há já alguns anos que sei o que gostaria de fazer para a minha primeira tatuagem, mas como era relativamente grande e no braço achava que isso seria um problema e que só quando tivesse outro tipo de trabalho é que poderia fazê-la... Procurei alternativas, outros desenhos, outros locais do meu corpo onde achasse que gostaria de fazer, mas nada. Não havia nada que me fizesse mudar de ideias!

Depois de muito pensar no assunto, decidi que este é o ano! Vou seguir aquilo que quero fazer e pronto, não quero saber da opinião dos outros e vou fazer aquilo que me faz feliz e que tem a ver comigo! 
Entretanto com tanta pesquisa de ideias e de estúdios, acabei por ter mais ideias e por isso, não irei fazer uma, mas duas tatuagens! Já está tudo marcado e mal posso esperar!
A primeira será aquela que sempre quis fazer e a segunda está relacionada com o meu quatro patas!


Este exemplo não serve obviamente só para falar de tatuagens... Aplica-se a tantas outras coisas que queremos fazer na vida e que não fazemos porque... achamos que não devemos, porque não é suposto ou porque simplesmente temos medo!

E que tal um bocadinho mais de coragem?


Cursos e aulas online grátis

23 fevereiro 2015



E que tal ocupar o nosso tempo livre aprendendo coisas novas?

É isso que tenho feito e que pretendo fazer cada vez mais!


Deixo-te aqui alguns links:

Cursos online: Coursera e Dharma5academy (aqui nem todos são grátis)

Aulas sobre yoga (Quinta do Anjo, Tomar)

Aula sobre amor próprio (é já na próxima quinta e eu já me inscrevi!)


E tu conheces sites de cursos online? Partilha! :)

Acabou Janeiro e com ele o desafio minimalista

02 fevereiro 2015


Janeiro passou a voar e com ele o desafio minimalista dos 30 dias, do qual tinha falado aqui.

Adorei o desafio e recomendo! Confesso que agora até sinto falta dele! Adorava acordar de manhã e espreitar qual era o desafio daquele dia!

Antes de iniciar, tentei adaptar o desafio da melhor forma possível, ou seja, algumas tarefas deveriam ser realizadas ao fim-de-semana por uma questão de tempo e outras nunca poderiam ser realizadas em dias em que estou fora, por exemplo. Então tentei distribuir as tarefas de acordo com aquilo que já tinha planeado para o mês de Janeiro. Outras tarefas não faziam sentido porque já faço, então nesses casos tentei definir outras tarefas semelhantes ou que já queria implementar há algum tempo.

Criei uma entrada no meu google calendar para cada dia com um aviso. Todos os dias recebia de manhã um aviso com a tarefa. Até a tarefa ser concluída não lia o aviso. Sempre que pegava no telemóvel lá estava ele a avisar-me que eu tinha que trabalhar naquela tarefa. Nem sempre consegui cumprir tudo à risca, mas se não fazia uma tarefa num determinado dia fazia-a no dia seguinte.

Na semana passada, por exemplo, estive fora 2 dias e sabia que seria mais complicado cumprir as tarefas, então cumpri 2 tarefas num dia. O importante é mesmo adaptarmos este tipo de desafios à nossa vida.

A que mais me custou e que mexeu mais comigo foi a “No-complaint day”. Graças a esta tarefa apercebi-me que realmente me queixo imenso! Foi muito difícil! Mesmo que às vezes sejam pequenas coisas, tudo isto conta e são estas pequenas coisas que muitas vezes nos fazem sentir mal-dispostos sem nos apercebermos. Foi difícil, mas foi muito bom obrigar-me a pensar antes de falar, reflectir se realmente valia a pena abrir a boca para me queixar. De todas as vezes achei que não e não falei. No final do dia falei sobre o desafio em casa e o quanto me tinha custado. Mas foi óptimo porque me fez pensar e senti que mudou, mesmo tendo sido um só dia. O que acontece nestes casos, é que apesar de ser um só dia, aprendemos sempre alguma coisa e vamos tentando aplicá-lo noutros dias. O objectivo deste tipo de exercícios é mesmo esse!


Não fizeste o desafio em Janeiro? Ainda vais a tempo! Podes fazê-lo em Fevereiro. Vê este post da Mariana e da Raquel.

Boa sorte!