A entrada da casa: simples e eficiente

30 abril 2013


Os flashbacks são, como o próprio nome indica, um regresso ao passado.
Foi por volta de Novembro de 2011 que comecei a ler sobre minimalismo e que transformei literalmente a minha vida!
Na altura não tinha blog mas escrevia numa espécie de diário.
Quando criei o blog, um ano depois, recuperei alguns desses textos para te inspirar a fazer o mesmo. Espero que gostes!

No hall/corredor tenho um armário embutido, um móvel/consola com gavetas, um bengaleiro, um espelho (por cima do móvel) e um tapete.


O móvel da entrada tem uma pequena base para pousarmos as chaves que usamos sempre, um candeeiro e 2 objectos decorativos que gosto muito.




O móvel tem 3 gavetas: uma grande com os óculos e relógios do marido (pois assim estão sempre à mão) e duas pequeninas, uma onde estão todos os carregadores, phones... e outra para colocar chaves, porta-moedas e cartões menos usados. Em vez de andarmos com os cartões todos na carteira (isto já depois de termos feito uma arrumação e de termos deitado vários ao lixo), aqueles que raramente são usados ficam nesta gaveta (numa caixa preta de velas e incenso que aproveitei), assim quando se tiver que ir a determinado sítio é só pegar neles.



Ter um espelho nesta zona da casa dá sempre jeito e além disso como está de frente para as janelas da sala e da cozinha, reflecte imensa luz, o que é óptimo!

O armário embutido (com duas portas e duas prateleiras - uma em cima e outra em baixo) tem todo o calçado do companheiro e alguns casacos.

Tem também uma parte livre para pendurar os casacos que usamos nos últimos dias ou das visitas. O bengaleiro é pequeno e não dá para pendurar tudo (sobretudo se forem casacos mais pesados), assim o armário tem sempre cruzetas/cabides livres para pendurar o que for necessário.



O calçado está todo arrumado nestas caixas e à frente das caixas há espaço suficiente para colocar calçado que não queremos logo arrumar ou até o meu (que depois arrumo no quarto, tal como disse aqui).


Em frente a este armário tenho um tapete (eu digo que é o guarda da casa pois agarra todas as porcarias; como diz a Rita e bem no seu livro “ Guia rápido para simplificar a vida” os tapetes são um íman para a porcaria e isso neste caso dá muito jeito) onde colocamos os sapatos que tiramos mal chegamos a casa. Esta é mesmo uma forma fácil de manter a casa mais limpa (claro que quando vem gente cá a casa isso é uma excepção e ninguém tem que tirar os sapatos!).

Uso ainda este armário para pousar a minha mala e quando preciso de levar alguma coisa para arranjar por exemplo, é aqui que coloco. Assim ao sair é só pegar.

A prateleira de cima (que é pequena) serve para colocar calçado que raramente usamos como por exemplo botas da neve.


Mas este armário já foi muito diferente do que é hoje....
Já teve muitas coisas minhas: calçado e casacos, na altura em que não conseguia guardar tudo apenas no armário do quarto. Felizmente consegui livrar-me de vários pares de sapatos, caixas de sapatos e casacos. Além disso os restantes casacos foram arrumados no armário do quarto.
O armário ficou muito mais clean e espaçoso! Antes, acreditem que não cabia mais nada neste armário! (tenho pena de não ter algumas fotos...).

Só falta falar da correspondência! Esta é separada mal chego a casa (se bem que agora é cada vez menos pois recebo quase tudo em formato electrónico): aquilo que é para guardar vai para a sala para a mesa ao lado do sofá, o que é lixo vai imediatamente para o lixo e se for algo que exija acção imediata fica em cima do móvel da entrada para não esquecer.

E a entrada das vossas casas como é? Têm alguma dica infalível?

Sem comentários:

Enviar um comentário